Betta "Halfmoon" Sortido Macho

9,90€
4
-
+
Solo quedan 4 unidades de este producto

Espécie: Betta Splendens
Origem: Tailândia
Dificuldade: Fácil
Tamanho máx: 7cm

Parâmetros ideais:
Temperatura: 22-28C
PH: 6.0 - 8
GH: 4-10
KH: 1-6
TDS: 100-300

O Betta splendens é uma escolha perfeita para um aquário com um só peixe, e tornou-se super popular em todo o mundo como um verdadeiro animal de estimação.

Além da sua beleza inquestionável, é bastante fácil de manter, desde que consiga oferecer cuidados básicos e uma adequada qualidade de água.

É pouco exigente com o tipo de comida que recebe, mas, como qualquer outro peixe, aprecia uma dieta variada. Podendo ser alimentado com flocos, grânulos, comida congelada, e outras opções de alimentação para peixes tropicais.

Dada a sua resistência, é muito comum vermos Bettas em aquários muito pequenos. É importante, no entanto, proporcionar espaço suficiente para nadar e explorar, pois, não só precisam de se exercitar para manter saudáveis, como são animais muito curiosos, e gostam de ter uma área interessante com que interagir.

Recomendamos um aquário com, no mínimo, 10 litros de capacidade, e, preferencialmente, com plantas verdadeiras, que além de serem elementos decorativos, ajudam muito com a qualidade da água num espaço pequeno.

Se existe uma característica negativa nos Bettas, é o seu temperamento. São muito territoriais, principalmente com outros Bettas, ou peixes de aspecto semelhante.

Aconselhamos a manter um único Betta sozinho. Caso queira mantê-lo num aquário comunitário, poderá ter a companhia de peixes de fundo, como pequenas corydoras, Otocinclus, Kuhlis, etc. Bem como caracóis, e pequenos peixes de cardume, como Tetras e Rasboras. O segredo é mantê-lo com espécies que não o façam sentir intimidado. Portanto, nada de peixes territoriais. E não esqueça, o tamanho do aquário deverá ter em consideração todos os peixes.

Não recomendamos a manutenção de Bettas com camarões, á exceção de camarões de tamanho substancial, tal como o camarão Amano.

A sua reprodução é muito interessante e relativamente fácil. O macho produz um ninho de bolhas á superfície, numa área de pouca corrente. A fêmea aproxima-se, e, se o casal for compatível, acasalam e colocam os ovos nas bolhas produzidas pelo macho, que fica posteriormente a tomar conta dos ovos até á eclosão. Os alevinos deverão ser alimentados com comida viva pelo menos durante as primeiras semanas de vida.

Ao contrário do que muitas vezes se ouve dizer, o Betta é um animal de água quente, e muito suscetível a doenças e outros problemas físicos quando a temperatura não é adequada. Como tal deverá sempre ter um termostato para aquecer a água, bem como um filtro para ter a água limpa.